sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Decora aí pra contar pra galera...

Repetindo o Tratamento
Psiquiatra para o paciente bebum:
- O senhor vai parar de beber cerveja. Durante um ano, só vai beber leite.
- Outra vez, doutor?!
- O quê? O senhor já fez esse tratamento?
- Já. Durante o primeiro ano da minha vida.

A Grande Cavalgada
Num certo dia um paciente de um hospital psiquiátrico bate à porta do diretor do hospital.
- Como vai, doutor? Posso entrar?
- Claro que sim. O que você deseja?
- Bem, doutor. Eu quero lhe dar um presente.
- Um presente? Mas que presente?
- É um livro. O nome dele é A GRANDE CAVALGADA.
- Muito interessante. Mas quem é o autor?
- Sou eu, doutor.
- Você? Mas como foi isso?
- Estou internado aqui há muitos anos e tive bastante tempo para escrevê-lo.
- Estou muito impressionado. Se você foi capaz de escrever um livro, é porque já está curado. Vou assinar a sua alta imediatamente.
E o autor do livro foi embora feliz da vida.
Mais tarde o diretor do hospital iniciou a leitura do livro:
Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó. Pocotó.

Conversa Mole
O médico pergunta à jovem e bela enfermeira:
- De quem são essas orelhinhas?
Ela, toda tímida, encurtando a conversa:
- N-não sei...
- E esses olhinhos?
- Não sei, doutor...
- E essa boquinha linda?
- O senhor é quem sabe...
- E essas pernas, de quem são?
- Hummm, não sei...
Aí diz o médico, perdendo a paciência:
- Porra, dona Marli... Como a senhora deixou o necrotério virar essa bagunça?!

Vida de Escritor
Dois amigos de infância se encontram na fila do banco:
- Nicolau! Há quanto tempo!
- É mesmo, cara... Desde o ginásio...
- E aí, o que você tem feito da vida?
- Ah, eu virei escritor...
- Sério? Que legal! E aí, já vendeu alguma coisa?
- Já... Até agora vendi a TV, o som, o telefone... Quer comprar um Chevette 78?

O Segredo da Juventude
A madame, em consulta com um cirurgião plástico:
- Doutor, eu gostaria de remoçar uns dez anos!
O médico dá uma examinada superficialmente na senhora e diz:
- Nenhum problema! É só tirar a papada, eliminar os pés de galinha, esticar um pouco o queixo, levantar os lábios, repuxar a pele da maçã do rosto e diminuir um pouquinho o nariz.
- E quanto isso vai custar, doutor?
- Doze mil reais!
- Doze mil? - espanta-se a mulher. - Que absurdo! Não dá pra reduzir esse valor.
- Dá, mas a gente vai ter de diminuir o tempo da cirurgia... Quanto a senhora pretende gastar?
- Uns quinhentos reais!
- Bem, nesse caso, o máximo que eu posso fazer é deixá-la com a cara da semana passada!

Dormindo em Serviço
O funcionário, para o patrão, desculpando-se após ter sido flagrado dormindo em serviço:
- Não estou dormindo não, chefia! É que o meu serviço é tão fácil que eu faço de olhos fechados!

No Confessionário
A moça vai se confessar:
- Padre, ontem eu cometi um pecado muito sério!
- Não existe nenhum pecado que não possa ser perdoado, minha filha! Diga-me, o que foi que você fez?
- Padre, na noite passada eu e meu namorado fizemos amor sete vezes!
- Tudo bem, minha filha! Pegue sete limões, esprema-os em um copo e tome tudo de uma vez!
E a moça, incrédula:
- Isso vai me livrar do meu pecado?
- Não - explica o padre. - Mas vai tirar esse sorriso idiota do seu rosto!
Categories:

0 comentários:

Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!