sábado, 28 de maio de 2011

Porque aconteceu, como localizar e como corrigir os erros mais comuns nas planilhas do Excel



Erros de fórmula podem resultar em valores de erro e também gerar resultados não intencionais. Abaixo estão algumas soluções para ajudar você a localizar e investigar erros. Se uma fórmula não puder avaliar apropriadamente um resultado, o Excel exibirá um valor de erro.

a) #####
Ocorre quando uma coluna não é larga o bastante ou quando é usada uma data ou hora negativa.
Possíveis causas e soluções
A coluna não é larga o bastante para exibir o conteúdo. Aumente a largura da coluna.
Aplique um formato de número diferente. Em alguns casos, você pode alterar o formato de número da célula para o número caber dentro da largura de célula existente.

b) #VALOR!
Ocorre quando é usado o tipo errado de argumento ou operando.
Possíveis causas e soluções
Ocorre quando inserimos texto quando a fórmula requer um número ou valor lógico, como VERDADEIRO ou FALSO
O Excel não consegue converter o texto no tipo de dado correto. Certifique-se de que a fórmula ou função está correta para o operando ou argumento necessário, e que as células referidas pela fórmula contêm valores válidos.

c) #DIV/0!
Ocorre quando um número é dividido por zero (0).
Possíveis causas e soluções
Inserimos uma fórmula que contém divisão explícita por zero (0), por exemplo, =5/0. Altere o divisor para um número diferente de zero.

d) #NOME?
Ocorre quando o Microsoft Excel não reconhece o texto em uma fórmula.
Possíveis causas e soluções
Usamos um nome que não existe. Certifique-se de que o nome existe. No menu Inserir, aponte para Nome e clique em Definir. Se o nome não estiver listado, adicione-o usando o comando Definir.

e) #N/D
Ocorre quando um valor não está disponível para uma função ou fórmula.
Possíveis causas e soluções
Data faltando e foi inserido #N/D ou ND() em seu lugar. Substitua #N/D por uma nova data.

f) #REF!
Ocorre quando uma referência de célula não é válida.
Possíveis causas e soluções
Excluímos células referidas por outras fórmulas, ou colamos células movidas sobre células referidas por outras fórmulas. Altere as fórmulas, ou restaure as células na planilha, clicando em Desfazer logo após a exclusão ou colagem das células.

g) #NÚM!
Ocorre com valores numéricos inválidos em uma fórmula ou função.
Possíveis causas e soluções
Usamos um argumento inaceitável em uma função que requer um argumento numérico
Certifique-se de que os argumentos usados na função são números. Por exemplo, mesmo se o valor que você deseja inserir for R$ 1.000, insira 1000 na fórmula. Não digite R e cifrão ($), e nem pontos e vírgulas.

sexta-feira, 27 de maio de 2011

O Blog Coizaradas trás pra você cenas de filmes e do intervalo das filmagens que você não vê em qualquer lugar da web...então se você é um cinéfilo de carteirinha mesmo, tenta identificar a trupe dizer em voz alta o nome do filme.

Vejam que incrível esse vídeo acelerado, são 51 aviões decolando em apenas dois minutos e meio mostrando o assustador tráfego aéreo que ronda o planeta.

Primeiro aparece uma educadora com um livro chamado "Para uma vida melhor" e adotado pelo MEC, pasmem, defendendo a ideia de destruir o idioma Português. Em suma, defende ela que não seria errado escrever "Nós paga dois pastel"




Dizem eles, que isso seria uma maneira de aproximar os educadores da realidade dos alunos. Então agora inverteu tudo?! Os alunos é que tem que ser compreendidos em seu péssimo uso do Português e começarão a ditar as suas regras do idioma e ensinar os educadores. Ora, então deixem esses alunos em casa e não gastem meu dinheiro de impostos em escolas públicas!!


Outra furada desse mesmo governo, mandar imprimir e gastar 3 milhões de reais de impostos numa cartilha anti-homofóbica com clara apologia ao homosexualismo. Não tenho nada contra homosexuais, deixo bem claro, cada um tem o direito de opção sexual ou religiosa que quiser, mas deixem as escolhas sexuais para os adultos e não envolvam crianças de colégio na trama.


Depois o Palocci aumenta em 20 vezes sua fortuna em apenas quatro anos E alguns líderes governistas e a presidente Dilma criam uma blindagem para que ele não seja investigado. E quantos outros que aumentaram seus ganhos e criaram fortunas miraculosamente e ainda a sujeirada não veio á tona?


Enquanto isso, nesse dia de hoje, sexta-feira, paramos de pagar impostos para o governo e o resto do ano o que recebermos vai pro nosso bolso e não mais pros cofres sem fundo do governo que gasta e gasta e gasta e quando precisa mais e mais... aumenta os impostos ou cria mais um, pra aumentar a fila dos 81 que já pagamos.

Nesse clip, uma música que marcou época: Smalltown Boy do grupo Bronsky Beat

quinta-feira, 26 de maio de 2011

ENTENDENDO OS MODELOS DE CORES



Quando se trabalha com programas gráficos, tipo o Adobe Illustrator ou CorelDRAW para desenhos vetoriais ou o Adobe Photoshop para imagens matriciais, faz-se necessário definir na criação, um modelo de cor a ser usada para impressão, tanto em tela como em papel.


É necessário um método preciso para definir cores. Os modelos de cor fornecem diversos métodos para definir as cores em si e cada modelo usa componentes específicos. Vamos ver os dois modelos mais usados.

MODELO DE COR CMYK
O modelo de cor CMYK define a cor usando os seguintes componentes:
• Ciano (C) • Magenta (M) • Amarelo (Y) • Preto (K)

Os componentes ciano, magenta, amarelo e preto são quantidades de tinta ciano, magenta, amarelo e preto que uma cor CMYK contém e são medidos em porcentagem de 0 a 100. Todos os livros, revistas, jornais, panfletos, folders e qualquer material gráfico é impresso usando o modelo de cor CMYK.


Pera aí... quer dizer que essas acima são as cores primárias... então não existe verde, nem lilás, nem laranja?


Não, é a resposta. Essas cores citadas na pergunta acima são cores secundárias e são formadas pela sobreposição das cores primárias no momento da impressão. Nem o cinza existe, o cinza é representado como um preto reticulado, ou seja "enfraquecido".

MODELO DE COR RGB

O modelo de cor RGB define a cor usando os seguintes componentes:
• Vermelho (R) • Verde (G) • Azul (B)

Os componentes de vermelho, verde e azul são as quantidades de LUZ vermelha, verde e azul que uma cor RGB tem e são medidos em valores que variam de 0 a 255. Modelos de cores aditivos usam a luz transmitida para exibir uma cor. Os monitores usam o modelo de cor RGB.



A combinação de luz vermelha, verde e azul define as cores no modelo de cor RGB. Quando você adiciona luz vermelha, azul e verde juntas, de forma que o valor de cada componente seja 255, aparece a cor branca. Quando o valor de cada componente é 0, o resultado é preto puro.



Esse modelo de cor é usado em imagens matriciais que serão usadas em sites, blogs, impressos em papel fotográficos por estúdios, impressos á laser ou até em jato de tinta.

terça-feira, 24 de maio de 2011

Como cantaria Michael Schenker....


Ao contrário do que muita gente pensa, as mulheres não fazem isso porque tem coceira, elas estão arrumando as calçolas....




Quando a gente tá entrando em férias, imagina um lugar perfeito, gente bem educada e bonita... Mas o que a gente imagina as vezes, tá longe da realidade...

O que imaginamos é mais ou menos isso...









e a realidade é bem outra coisa.





Aí vão dizer, "O que tu tens contra os gordinhos?".
Respondo: Nadinha, tenho apenas medo de expectativas frustradas...
Há muito tempo eu era derrubado por uma gripe dessas...
Mas essa última, foi bem safada, me levou pra cama e por dois dias me deixou sem força e vontade pra nada..
Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!