sábado, 2 de março de 2013

Quando eu era guri e assistia os Jetsons, eu também queria, no futuro, ter um carro que voasse por cima das cidades, das montanhas, do mar e imaginava como seria bom viajar pra lua.. coisas de criança.. 

Hoje estamos no século XXI e nada disso aconteceu! Que decepção...Sim, teve a internet, os smartphones, os blogs legais como o Coizaradas (modesto eu...) e muitas outras coisas bacanas que a gente nem sonhava..

Mas cadê?

As cidades na lua?

A comida sintética?

Os carros flutuantes?

As viagens no tempo?

O teletransporte de Jornada nas Estrelas?

A invisibilidade?

O cinema também trouxe algumas tecnologias que não se realizaram  como um exo-esqueleto

O neuralizador de MIB

A anti-graviadade de Total Rekall

As cidades submarinas..

Espadas (sabres) de luz
Agora já não espero mais nada...

Aranha frita é uma iguaria regional no Camboja. Na cidade cambojana de Skuon (Cheung Prey, na província de Kampong Cham), a venda de aranhas fritas como um lanche é uma atração popular para turistas de passagem pela cidade. As aranhas são criadas em buracos em aldeias ao norte de Skuon ou capturadas nas florestas próximas e depois fritas em óleo. Não está claro como esta prática começou, mas alguns estudos indicam que tenha iniciado durante os anos negros de governo do Khmer vermelho no país, onde toda a distribuição de alimentos era controlada pelo governo e a comida era escassa.

















Para saber mais sobre a ditadura e os horrores de guerra do Khmer Vermelho no Cambodja você pode assistir a esse filme:

O filme The Killing Fields ou Gritos do Silêncio conta a visão do  jornalista Sidney Chanberg que é um jornalista dos EUA no Cambodja na ocasião da tomada de poder do Khmer Vermelho e da amizade com seu amigo e tradutor-intérprete Dith Pran para sair do país enquanto se alastra a morte e terror promovidas pelo regime autoritário e ditatorial recém instalado. 


Nem tudo sai como planejado e Dith Pran é levado aos campos de arroz fortemente cercados pela guarda cambojana e de lá ele tenta uma fuga pelo interior do país...

Premiações

OSCAR 1985
Ganhou
Melhor Ator Coadjuvante - Haing S. Ngor
Melhor Fotografia
Melhor Edição

Indicado
Melhor Ator
Melhor Diretor
Melhor Filme
Melhor Roteiro Adaptado
BAFTA 1985
Ganhou
Melhor Ator - Haing S. Ngor
Melhor Fotografia
Melhor Edição
Melhor Filme
Melhor Direção de Arte
Melhor Roteiro Adaptado
Melhor Som
Melhor Revelação - Haing S. Ngor

Indicado
Melhor Diretor
Melhor Ator - Sam Waterston
Melhor Maquiagem
Melhor Trilha Sonora
Melhor Efeitos Especiais

GLOBO DE OURO 1985
Ganhou
Melhor Ator Coadjuvante - Haing S. Ngor

Indicações
Melhor Diretor
Melhor Filme - Drama
Melhor Ator - Drama
Melhor Trilha
Melhor Roteiro



Um professor de economia em uma universidade americana disse que nunca havia reprovado um só aluno, até que certa vez reprovou uma classe inteira.

Esta classe em particular havia insistido que o socialismo realmente funcionava: com um governo assistencialista intermediando a riqueza ninguém seria pobre e ninguém seria rico, tudo seria igualitário e justo.

O professor então disse, "Ok, vamos fazer um experimento socialista nesta classe. Ao invés de dinheiro, usaremos suas notas nas provas." Todas as notas seriam concedidas com base na média da classe, e portanto seriam 'justas'. Todos receberão as mesmas notas, o que significa que em teoria ninguém será reprovado, assim como também ninguém receberá um "A".

Após calculada a média da primeira prova todos receberam "B". Quem estudou com dedicação ficou indignado, mas os alunos que não se esforçaram ficaram muito felizes com o resultado.

Quando a segunda prova foi aplicada, os preguiçosos estudaram ainda menos - eles esperavam tirar notas boas de qualquer forma. Já aqueles que tinham estudado bastante no início resolveram que eles também se aproveitariam do trem da alegria das notas. Como um resultado, a segunda média das provas foi "D". Ninguém gostou.

Depois da terceira prova, a média geral foi um "F". As notas não voltaram a patamares mais altos mas as desavenças entre os alunos, buscas por culpados e palavrões passaram a fazer parte da atmosfera das aulas daquela classe. A busca por 'justiça' dos alunos tinha sido a principal causa das reclamações, inimizades e senso de injustiça que passaram a fazer parte daquela turma. No final das contas, ninguém queria mais estudar para beneficiar o resto da sala. Portanto, todos os alunos repetiram aquela disciplina... Para sua total surpresa.

O professor explicou: "O experimento socialista falhou porque quando a recompensa é grande o esforço pelo sucesso individual é grande. Mas quando o governo elimina todas as recompensas ao tirar coisas dos outros para dar aos que não batalharam por elas, então ninguém mais vai tentar ou querer fazer seu melhor. Tão simples quanto isso."

Isso tem que ficar em negrito:

1. Você não pode levar o mais pobre à prosperidade apenas tirando a prosperidade do mais rico;
2. Para cada um recebendo sem ter de trabalhar, há uma pessoa trabalhando sem receber;
3. O governo não consegue dar nada a ninguém sem que tenha tomado de outra pessoa;
4. Ao contrário do conhecimento, é impossível multiplicar a riqueza tentando dividí-la;
5. Quando metade da população entende a ideia de que não precisa trabalhar, pois a outra metade da população irá sustentá-la, e quando esta outra metade entende que não vale mais a pena trabalhar para sustentar a primeira metade, então chegamos ao começo do fim de uma nação.

sexta-feira, 1 de março de 2013

Essas fotos mostram crianças recriando cenas de alguns filmes que foram indicados ao Oscar 2013.. 
Você saberia quais são? Passe o mouse com o botão pressionado na linha que tem o número abaixo:

1. The Help

2.  The Artist

3. The Descendants

4. Moneyball

5. War Horse
6. Life of PI


7. Lincoln


8. Zero Dark Thirty

9. Argo

10. Silver Linings Playbook
11. Django Unchained

12. Extremely Loud & Incredibly Close

13. Hugo

De Fugindo do Inferno, Mad Max até Transformers (e os filmes meia-boca como Fúria em duas rodas) as motos sempre foram coadjuvantes que ajudaram a alavancar as filas na porta dos cinemas. No novo Bruce "Duro de Matar" Willis, duas beldades:

A bela modelo russa Yula Snijir e a Yamaha R6 série comemorativa dos 50 anos da Yamaha nos campeonatos mundiais.

"Duro de Matar 5: Um bom dia bom pra morrer" por enquanto só no cinema.

Pra quem prefere assistir um bom filme no conforto do lar doce lar, duas dicas legais:

ARGO:

Suspense dramático baseado em fatos reais que acompanha uma operação secreta de vida ou morte para resgatar seis americanos, ocorrida nos bastidores da crise no Irã. O vencedor do Oscar® Ben Affleck (Atração Perigosa) dirige e estrela o filme, que tem estreia prevista para o segundo semestre de 2012.
 A história de Argo se passa em novembro de 1979, quando a revolução iraniana atinge seu ápice e militantes surpreendem a embaixada dos EUA em Teerã, fazendo 52 reféns americanos. Mas, no meio do caos, seis americanos conseguem escapar e encontrar refúgio na casa do embaixador canadense. 

 Sabendo que é apenas uma questão de tempo até os seis serem encontrados e provavelmente mortos, Tony Mendez (Ben Affleck), um especialista em fugas da CIA, sugere um plano arriscado para retirá-los do país em segurança. Um plano tão incrível que só poderia acontecer nos filmes.

ELENCO: Ben Affleck, Bryan Cranston, Alan Arkin, John Goodman.



O HOMEM DA MAFIA

Jackie Cogan ( Brad Pitt) é um detetive contratado para investigar um assalto a um jogo de pôquer de altas cifras que acontecia sob a proteção da mafia. Jackie terá que desarmar todas as armadilhas colocadas em seu caminho numa corrida contra o tempo para solucionar esse misterio.
ELENCO: Brad Pitt, James Gandolfini, Ray Liotta, Richard Jenkins, Scoot McNaity, Ben Mendelsohn

Onde encontrar aqui em Lajeado:


quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Alguns super-heróis fossem mulheres?




Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!