quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Algumas dicas de como não personalizar ou estragar um carro..






















A Justiça de São Paulo negou indenização por suposto rato encontrado em uma garrafinha de Coca-Cola. Em decisão divulgada na quarta-feira ( dia 12/11/13) a juíza Laura Mattos de Almeida, da 29ª Vara Cível, considerou que há indícios incontestáveis de adulteração da embalagem.

O caso aconteceu no ano 2000, mas ganhou grande repercussão em uma reportagem na Rede Record e se espalhou pelo Facebook, onde usuários indignados, esbravejam contra a marca de refrigerantes. O reclamante pedia uma indenização de R$10,000,00 por danos morais e á sua saúde, por ter ingerido a bebida com pedaços do roedor, alegando sérios problemas psíquicos e físicos depois do fato ocorrido.

A justiça também baseou sua decisão no fato de que seis garrafas de lotes não-sequenciais teriam a contaminação. O reclamante passou por exames médicos que indicaram transtornos de personalidade e até disfunções cerebrais.

Resumo da história: Tem gente que não gosta de trabalhar, então fica imaginando maneiras fáceis de ganhar algum dinheiro, colocando nomes de grandes empresas em conflito com o consumidor.
Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!