sábado, 7 de junho de 2014

Recebi esse texto por e-mail, desconheço o autor mas deve ser lido, com certeza...


De acordo com os reguladores e burocratas de hoje, todos nós que nascemos nos anos 60, 70 e princípios de 80, não devíamos ter
sobrevivido até hoje, porque as nossas caminhas de bebê eram pintadas com cores bonitas, em tinta à base de chumbo, altamente tóxicas, que nós muitas vezes lambíamos e mordíamos.

Não tínhamos frascos de medicamentos com tampas à prova de crianças, ou fechos nos armários e podíamos brincar com as panelas numa boa.
Quando andávamos de bicicleta, não usávamos capacetes, cotoveleiras e joelheiras, e olha que merthiolate ardia mais do que ácido!
Quando éramos pequenos viajávamos em carros sem cintos de segurança e airbags, ir no banco da frente era um bônus.
Bebíamos água da mangueira do jardim e não de garrafa, que na época nem vendia.
Comíamos batatas fritas, pão com manteiga e outras porcarias mas dificilmente engordávamos porque estávamos sempre loucos para brincar na rua com os amigos.
Partilhávamos garrafas e copos com dezenas de colegas e nunca morremos disso.
Passávamos horas a fazer carrinhos de rolamentos e depois andávamos a grande velocidade pela rua mais íngreme, para só depois nos lembrarmos que esquecemos de montar algum tipo de freio.
Saíamos de casa de manhã e brincávamos o dia todo, desde que estivéssemos em casa antes de escurecer.
Estávamos incontactáveis e ninguém se importava com isso.
Não tínhamos Play Station, X Box, nada de 100 canais de televisão, filmes de vídeo, home cinema, celulares, computadores, DVD, Chat na Internet.
A Tv pegava no máximo globo, sbt e manchete!
Tínhamos amigos e para vê-los era só ir pra rua.
Caíamos de muros e de árvores, nos cortávamos, até partíamos ossos, apertavamos as campainhas dos vizinhos, fugíamos e tínhamos mesmo medo de sermos apanhados.
Tudo isso sem ninguém processar ninguém!

Íamos a pé para casa dos amigos.
Acreditem ou não íamos a pé para a escola; não esperávamos que a mamãe ou o papai nos levassem.
Criávamos jogos com simples paus e bolas.
Se infringíssemos a lei era impensável os nossos pais nos safarem.
Eles estavam era do lado da lei.
Esta geração produziu os melhores inventores e desenrascados de sempre.
Os últimos 50 anos têm sido uma explosão de inovação e ideias novas.
Tínhamos liberdade, fracasso, sucesso e responsabilidade e aprendemos a lidar com tudo.

És um deles?

Parabéns!

Passa esta mensagem a outros que tiveram a sorte de crescer como verdadeiras crianças!!!

Para todos os outros que não têm a idade suficiente, pensei que gostariam de ler acerca de nós.

Isto, meus amigos é surpreendentemente medonho... E talvez ponha um sorriso nos vossos lábios.

A maioria dos estudantes que estão hoje nas universidades e nasceram em 1986, ou depois, chamam-se "jovens"!

Nunca ouviram "we are the world".
Para vocês sempre houve uma só Alemanha e um só Vietnã.
O HIV sempre existiu.
Os CD's sempre existiram.
O Michael Jackson sempre foi branco.
Para eles o John Travolta sempre foi redondo e não conseguem imaginar que aquele gordo foi um Deus da dança.
Acreditam que "Missão impossível" e "As Panteras" são filmes da atualidade.
Não conseguem imaginar a vida sem computadores.
Não acreditam que houve televisão preto e branco e quem tinha era rico.

Agora vamos ver se estamos ficando velhos:
1. Entendes o que está escrito acima e sorri?;
2. Precisas dormir mais depois de uma noitada?;
3. Os teus amigos estão todos casados?;
4. Se surpreende ao ver crianças tão a vontade com computadores?;
5. Se lembra da novela "dancing day"?;
6. Encontra amigos e falas dos bons e velhos tempos?;
7. Vai encaminhar este texto para outros amigos porque achas que vão gostar?
Se a resposta é COM CERTEZA para a maioria dos, SIM, ESTAMOS VELHOS (heheheh)...
Mas tivemos uma infância maravilhosa.

Imagem: http://www.anos80.com.br/lembrancas/brincadeiras_de_meninos.html
É minha gente, o dia amanheceu ainda mais triste aqui no Sul e também no Brasil inteiro pela morte precoce do jogador Fernandão, aos 36 anos. Ele acabou morrendo por causa da queda do helicóptero em que viajava com mais quatro pessoas da cidade de Aruana a Goiânia em Goiás. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu durante o socorro a caminho do hospital, de acordo com o Comando Regional de Polícia Militar.


Independente de time ou de clube, todos reconhecem o grande jogador e a grande pessoa que era Fernandão. Ele jogou no Goiás, no São Paulo,  mas se destacou e se tornou um grande ídolo da torcida no Internacional pelos títulos conquistados e pelo espírito de liderança quando capitão do time.
A nossa memória é seletiva, todos sabem... apaga o que a gente não faz questão de lembrar. Quem já não quis apagar definitivamente algum mico da memória? Quem já não quis esquecer que ficou com alguém "nada a ver" numa festa só porque tinha bebido demais??

E os cabelos dos artistas dos anos 80? Jézuis!!! Pensa em Chitãozinho e Xororó, Sandy e Júnior , Zezé e Luciano..... 
Nos anos também surgiu uma M* de Glam Rock onde os caras passavam mais tempo no instituto do que em cima do palco. Eita década de contrastes, muitas coisas boas, mas muita breguice... Putzgrillaaa.

Olha aí o Twisted Sisters.. se bem que pra esses dá pra dar um desconto.


E esse? O queridinho das meninas dos 80, do pop pop pop rock?







Cinderella



Motley Crue

Poison...

Poison


Stryper

Vixen (Já ouviu falar? Não? Nem eu...)

Até tu W.A.S.P.?

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Os grandes fabricantes de motos estão cedendo aos apelos das motociclistas que querem mais do que uma motoneta de 100 ou 150cc. A Yamaha mostra no  Tokyo Motorcycle Show 2014 uma XJ6 desenhada para o público feminino. De acordo com o site da Presto Corp. o desenhista se inspirou nas flores de cerejeira (que os japoneses amam) e colocou essas flores como se estivessem voando no tanque.. movidas pelo vento do passeio de moto...





A Yamaha XJ6 Sakura ABS 2014 foi apresentada no Tokyo Motorcycle Show 2014 num estande voltado às mulheres.. Elas estão dominando o mundo, com certeza....

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Dentre os  livros recebidos por doação para a mini-biblioteca Gira-Livros da Cursos Qualità, encontrei esse numa caixa: FUMAR OU NÃO FUMAR editado em 1970 e questiona a decisão de fumar ou não. A resposta hoje é óbvia: NÃO FUMAR!
Esse livro foi escrito pelo Dr. Ajax César da Silveira, editado e publicado pela Casa Publicadora Brasileira de Santo André/SP e esse faz parte da sexta edição. Li partes do livro e já nos anos 70, época da publicação, especialistas recomendavam não fumar, apesar da forte mídia e glamorização do ato de fumar: "É chique e elegante" diziam os outdoors e as propagandas com atrizes e cowboys do cinema.

Reproduzo aqui apenas a introdução do livro, observem que até a forma de escrita do português antes da reforma eu mantive para maior fidelização do texto:

"A Vingança dos Índios

Terminava o século XV e iniciava-se o século XVII quando os primeiros navios vindos do Velho Mundo começaram a aportar nas Américas então recém-descobertas. A sêde do ouro e coisas preciosas e semi-preciosas cegou os primeiros colonizadores, que não tiveram o menor constrangimento em massacrar as pobres criaturas que aqui viviam,  a fim de levar para a Europa tudo o que podiam.

E foi por causa dessa sêde de ouro que dois grandes impérios: Asteca e Inca, desapareceram como nação. Porém, os navios carregados de madeiras e pedras preciosas levaram as sementes e mudas do tabaco. Foi o que de pior podiam ter feito.

Foi no ano de 1492 que Cristóvão Colombo e seus marinheiros observaram, em Cuba, que os indígenas fumavam, queimando a folha de uma planta. Quem poderia imaginar que quatro séculos após, ou melhor, que nestes últimos 100 anos (pois o cigarro de papel foi inventado em 1870) este hábito haveria de dominar o mundo! Para maior desgraça, nestes últimos 40 anos, a mulher também iria aderir ao hábito de fumar.

Deve-se ao diplomata Jean Nicot, e a Catarina de Médios, a difusão do tabaco na Europa. Até clubes se fundaram para os fumantes. Bem cedo, porém, perceberam os europeus os males que o tabaco produzia, e os reis procuraram então inutilmente castigar os fumantes. Um dos reis de França, inimigo figadal do fumo, após um banquete que oferecera aos seus cortesãos, mandou servir charutos feitos com excremento de animais, e depois de ouvir os elogios a respeito dêstes charutos disse: “Maldito êsse vício que não permite ao homem reconhecer nêle o excremento de animais!”

Na Rússia o fumo foi combatido por causa dos incêndios que provocava. Na Turquia as penalidades eram pesadas. Até a amputação do nariz foi ordenada para evitar que o povo fumasse. Este é em resumo o relato de como o tabagismo invadiu a Europa, e depois todo o mundo, causando males que hoje se conhecem muito bem.

Quem sobrevoa o imenso território do Peru, da Bolívia e do México, pode ainda verificar as ruínas de grandes cidades como Cuzco, Machu-Pichu e outras mais, autêntica prova de grandes povos que foram dominados. No porão dos navios, a vingança dos índios foi levada em forma de planta que cada dia envenena mais os descendentes dos conquistadores. Um grito de alarma, porém, foi dado pe1a Sociedade Médica de Londres e pelo Departamento de Saúde Pública dos Estados Unidos.

Aquelas fôlhas que de início eram usadas como remédio, como panacéia na cura de muitas doenças, foram com o progresso da técnica, identificadas como inimigas da saúde, cheias de substâncias causadoras do câncer e de outras doenças.

Em artigo relativamente recente, publicado na Tribuna Médica (19-06-1959) , a Associação Médica Norte-Americana chegou à seguinte conclusão: Todo fumante inveterado sofrerá de câncer do pulmão, a não ser que qualquer outra doença venha a matá-lo antes. A esta mesma conclusão chegaram as sociedades médicas da Suécia, Holanda e outros países da Europa. Não é, porém, só o câncer o mal trazido pelo fumo; além desta, uma dezena de outras doenças podem ser adquiridas pelo uso do fumo. É por este motivo que o Presidente dos Estados Unidos baixou uma lei obrigando que em todos os maços de cigarro houvesse a legenda seguinte : (Cuidado; fumar cigarros pode ser danoso para sua saúde.)

Não cremos que qualquer pessoa sensata fôsse capaz de comprar um alimento que viesse com uma observância de que êsse produto poderia ser prejudicial à sua saúde. Mesmo objetos de uso pessoal como escôvas, dentifrícios, pentes, sabonetes etc., não encontrariam comprador, se tal advertência fôsse colocada no envólucro.

Não obstante, apesar de tal aviso constar em cada maço de cigarros, diàriamente novas vítimas gastam seu dinheiro para adquirir o veneno. Como explicar tal atitude senão como rebeldia do ser humano contra sua própria saúde?

Só depois das descobertas feitas por Pasteur, e outros "Caçadores de Micróbios," é que a humanidade pôde libertar-se das grandes epidemias tais como febre amarela, sífilis, varíola etc., que devastavam cidades e nações.

Assim, o fumo está hoje sendo identificado corno o Principal responsável por grandes males. Esperamos que em breve, com campanhas de esclarecimento público, a tabacomania que ainda é considerada como vício elegante, seja então vista como na realidade é: um vício que envenena, um vício que mata. O caminho mais sensato, Pois, é evitarmos os terríveis males que o cigarro pode nos trazer, conhecendo bem o funesto exemplo que os índios da América Central nos legaram. Fora, pois, com êste inimigo julgado e condenado à morte." 

Reprodução das páginas 9 a 11 do livro "Fumar ou não fumar" que foi escrito pelo Dr. Ajax César da Silveira, editado e publicado pela Casa Publicadora Brasileira de Santo André/SP

terça-feira, 3 de junho de 2014

No sábado, apesar do frio e da chuva, nada impediu a turma da SLAN de Lajeado de partir para um animado passeio pela Serra Gaúcha. Ao chegar em Farroupilha fomos direto ao Santuário de Nossa Senhora de Caravággio, o mesmo que o técnico Felipão visita de vez em quando. 

Depois do almoço conhecemos um pouco mais da história dos imigrantes italianos que por aqui chegaram no final do século XIX e começo do século XX e se estabeleceram nas partes altas do Rio Grande do Sul.

Depois de conhecer a história dos antepassados, um pouco de vinho para esquentar o dia gelado.

Na plataforma de embarque do trem, muita gente esperando para entrar no vagão e sair do vento frio. Ônibus de todos os lugares trazendo pessoas de todo o Brasil e até do exterior. 


A saída do trem foi na cidade de Carlos Barbosa, passando por Garibaldi e terminando o passeio em Bento Gonçalves. 


O trem passa por paisagem típicas da serra  com montanhas, vales e também na área urbana dessas cidades.

Apesar de morar a menos de 100 Kms da Serra Gaúcha, eu não conhecia essa rota turística e recomendo pra quem quiser sair da rotina, viajar pro Rio Grande e conhecer todas essas belezas que custa tão pouco e será sempre uma ótima lembrança.

Obs: Essas fotos foram surrupiadas do facebook das minhas colegas de trabalho! 

Para quem quiser saber um pouco mais dos passeios pela Serra gaúcha, pode acessar o site da empresa que mantém e organiza tudo:  http://www.giordaniturismo.com.br/
Quando você estiver viajando e precisa usar um banheiro público, ou até em locais estranhos, vou te dar uma dica: Levante as tampas do vaso sanitário, olhe dentro, atrás das cortinas e do vaso, certifique-se que você está sozinho(a) ali dentro, senão a surpresa pode ser grande....







e agora? Correr pro mato?
Homens e mulheres, além das diferenças óbvias, tem muitas outras muitas diferenças... a começar pela organização, da escolha da roupa apropriada pra cada ocasião, dos objetos pessoais no banheiro....


e também do lado sentimental.... veja as diferenças entre o homem e a mulher lendo uma carta de amor..
Ah.. tem também o tempo de se arrumar, as compras desnecessárias no shopping, o stress com o cabelo, uma barata no banheiro, outra mulher com a mesma roupa....

E você que é mulher e está lendo isso, vou dar umas dicas do que NÃO fazer ou dizer, pois isso irrita profundamente os homens:
1. Usar o espelho interno do carro para se maquiar e deixar completamente desregulado
2. Esconder o controle remoto da TV ou do HT.
3. Quando ele estiver mais alegre, perguntar: 'Você bebeu de novo?"
4. Quando ele não souber consertar algo, JAMAIS diga: "Precisamos de alguém competente para consertar isso!"
5. Quando vocês estiverem se abraçando, NUNCA comente ou faça piadinhas sobre a barriga dele
6. Chamar para discutir a relação. Homem detesta isso!
7. Jamais fale que seu ex era ótimo motorista, quando rolar um stress no trânsito.

Siga essas instruções e seja mais feliz com sua meia laranja.
Quem disse que as crianças gostam de ir ao supermercado ou às compras em lojas de roupas? Elas só gostam se for em lojas de brinquedos ou de guloseimas... no resto deixe as crianças em casa trancadas no quartinho..






















Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!