sexta-feira, 22 de agosto de 2014

E você, lembra delas?

 




A nova moda das redes sociais é o Braggie, uma evolução (ou não.. ) do selfie. O braggie consiste em tirar uma foto ostentando algo luxuoso ou caro, ou num lugar famoso para fazer inveja aos amigos da rede.

 Ué.. mas não foi sempre assim?
Só fico pensando até onde vai a imbecilidade dessas pessoas...
Quem tem mais de 20 anos vai se identificar com essa postagem porque já utilizou a maioria desses equipamentos que eram o "must" a alguns anos e hoje o tio do descarte de eletrônicos já levou embora.

Assistir Filmes em casa...... Antes
Lembra quanto custava um video-cassete? Eu paguei o meu SHARP de quatro cabeças uma pequena fortuna em 1991. No final dos anos 80 e começo dos 90, o video-cassete era o sonho de consumo de muita gente. Que tal gravar o programa da madrugada (na Band com a Sylvia Kristel, você sabe do que estou falando...) e assistir em casa sozinho com a porta trancada? E assistir um programa e gravar outro em outro canal simultaneamente? Essa maravilha da época permitia isso! Gravava em fitas VHS (Video Home System) SP (Standard Play - 2 horas) LP (Long Play - 4 horas) ou EP (Extended Play - 6 horas). 


O Video-casssete foi substituído pelo DVD (Digital Versatile Disc) em 1996/1997, que agora foi substituído pelo Blu-ray. Blu porque em certos países não é permitido registrar uma palavra do idioma em nome de uma empresa. Porque o idioma é patrimônio do povo e da nação e não pode ser propriedade de empresa privada. No Brasil podia ser assim também, daí empresas não se tornariam donas de palavras.

Assistir Filmes em casa...... hoje
O Blu-ray disc ou BD é um disco óptico do mesmo tamanho de um CD e de um DVD, com 12 centímetros, armazena mais informação e com mais qualidade. Isso se deve ao raio azul violeta de 405 nanômetros que permite armazenar filmes em Full HD 1080p de 4 horas sem perda de qualidade.
Sua capacidade de armazenamento varia de 25Gb para Single layer e 50 Gb para gravações em Dual-Layer. O DVD usa uma luz vermelha com 650 nanômetros. Só não vai usar seu Blu-ray numa tv de tubo, porque daí tudo vai água-abaixo....

Os computadores;
Se você já usou um 386 ou um 486 você é um sobrevivente da informática e provavelmente não reclama dos seus 4 Gb de memória RAM.



Ter um computador em casa......antes
Comprei meu primeiro computador em 1995. Era um DX2 66 com HD de 320 Mb e boas 4 Mb de RAM. Tinha ainda uma unidade de disquete de 5,25" para disquetes de 720K e outra mais moderna de 3,5" que usava discos de 1,44Mb. Comprei no pacote também o Windows 3.11 para Workgroups. Instalado ocupava uns 20 Mb de espaço em disco. O monitor era um Samsung de 14" colorido! Usava MS-DOS 5, o CorelDRAW 3 e o Excel 5.0. Bons tempos (SQN!) Na época o valor de um computador com essa configuração custou R$2.600.00. Em valores corrigidos seria o equivalente a uns 10 mil reais hoje.


Ter um computador em casa......hoje
Como são as máquinas hoje?
Não existe um padrão de mercado até porque depende da finalidade para que o computador será usado.

Para usar Internet, planilhas eletrônicas, editores de texto. ouvir música e alguns jogos básicos:
- Processador: pode ser Intel ou AMD, tanto faz, só que a AMD tem mais opções nessa linha de processadores mais econômicos e mais em conta no preço. O Phenom X6 e o AMD FZ 6200 são equivalentes ao i5 e i7 mas tem preços mais baixos.
- Memória: Com 4 Gb de memória RAM DDR3 você roda tranquilo os programas acima mencionados.
- Disco Rígido (HD): para guardar seus trabalhos,um HD de 500 Gb é o suficiente. Se você gosta de baixar filmes, músicas ou editar vídeos, compre um de 1Tb (terabyte). Recomendável criar uma partição para guardar seus arquivos em uma unidade separada do sistema.
- Vídeo: LED (Light Emiting Diode = Diodo Emissor de Luz) de 17" ou 19". Widescreen.
- Gravadora de DVD's
- Teclado e Mouse ABNT
-
Para programas de edição de imagem, vídeo, jogos pesados, artes gráficas e arquitetura:
- Processador: Os processadores Intel XEON E5 2697 com 12 núcleos dão conta de qualquer tarefa e chega a uma velocidade de 3,5 Ghz.
- Memória: Com 8 ou até 16 Gb de memória RAM DDR3.
- Disco Rígido (HD): fotos em alta resolução, vídeos em HD necessitam de bastante espaço de armazenamento.Recomendo um HD de 2Tb e no futuro quem sabe um HD externo. Nesse caso também é recomendável criar uma partição secundária para guardar seus arquivos em uma unidade separada do sistema. E quem sabe um SSD? O Solid State Drive é a evolução do HD, mais rápido, não tem partes móveis porque é construído como um circuito integrado semicondutor.Isso faz com que ele seja muito rápido e bastante silencioso.
- Placa aceleradora de vídeo: o próprio nome já diz o que essa placa faz, e faz muita diferença pois tem memória própria e libera a RAM totalmente para o processamento. O ideal seria de 1,5 a 2Gb de Vídeo, mas tem casos que é necessário o uso de uma fonte de alimentação específica para essa placa. Aqui os processadores AMD levam vantagem, pois a AMD tem uma parceria com a nVídia e com a IBM.
- Vídeo: LED (Light Emiting Diode = Diodo Emissor de Luz) de 24" ou 27". Widescreen.
- Gravadora de DVD's ou Blu-ray
- Teclado e Mouse ABNT
- Entrada para cartão de memória, HDMI e USB's

Assistir tv em casa......antes
A boa e velha TV de tubo ou CRT (Cathodic Ray Tube). O canhão de tricomia gera os raios catódicos que varrem a tela perfurada por dentro e formam a imagem em 640x480. Esse tipo de TV foi produzida no país até o fim de junho de 2014, agora só as novas de tela fina.


Assistir tv em casa......hoje
Pra quem pensava que o padrão FULL HD viria pra ficar muito tempo se enganou. As novas Tv's 4k produzem uma imagem resolução muito superior e além disso tem vários recursos que estavam presente só nas Smart TV ( Tv Inteligente)
HD: Reproduz imagens com 1280x720 linhas. Representam 20% das vendas no mercado.
Full HD: Reproduz imagens com 1920x1080 pixels, em torno de dois milhões de Pixels no total. Representam 70% das vendas no mercado.
4K ou Ultra HD: Reproduz imagens com 3840x2160 pixels ou seja, 4x o Full HD, o que representa em torno de oito milhões de Pixels no total. AS vendas esbarram nos preços e na falta de conteúdo para 4K.
O que vem por aí: TV's 8K com imagens 16 vezes mais maior que as Full HD com 7680x4320.


Andar de moto.... Antes
E as motos? Essa é a Honda CG 125 ano 1980. Mecânica simples, muitos cromados, o fusquinha das motos. Não vamos falar em motos de alta cilindrada porque as importações foram proibidas de 1976 a 1990, então o brasileiro tinha que se contentar com o que a indústria nacional fabricava... e até hoje elas ficam restritas a uma pequena parcela da população.


As motos.... Agora
Essa é a Titan 150 ano 2014. Visual renovado, mais moderno, muito plástico, rodas esportivas, motor mais moderno e econômico, farol integrado à pequena carenagem e freio à disco na dianteira.

Notebooks.... Antes
Em 1998 quem quisesse ter um  notebook em casa, poderia optar pelo Toshiba Europe. Dava pra pagar em 18 parcelas de R$ 229,00 ( R$4.122,00) ou R$3,657.00 à vista. Em valores atuais em torno de R$12.000,00.  Tinha um processador Pentium MMX 200 e 128 Mb RAM.

Notebooks.... Agora
Os notebooks mais modernos tem praticamente a mesma configuração de um computador PC. Entradas HDMI (High Definition Multimedia Interface - Ambiente Multimidia de Alta Definição) e USB (Universal Serial Bus), mais Wireless e WebCam e telas touch em alguns modelos.

Na cozinha.... Antes
E o velho fogão á gás com as "asas" e esmaltado?

Na cozinha.... Agora
Agora eles são de aço escovado e muita tecnologia para maior segurança de quem usa..

Telefones Móveis.... Antes
Olha esses telefones antigos! Não são tão antigos se considerarmos o ano deles, entre 2001 a 2006, mas para celulares que pululam novas tecnologias a cada semana, esses já são pré-históricos. O Star-Tac da Motorola era o queridinho desde que foi lançado em 1996 e custava em torno de R$2.000 na época. Hoje seria o equivalente a quatro iPhones 4S.

Telefones Móveis.... Agora
Os novos telefones celulares e smartphones ainda não lavam a louça da pia, mas falta pouco. É possivel baixar milhares de aplicativos para fins dos mais variados possíveis, conectar na internet, usar como GPS (Global Positioning System - Sistema de Posicionamento Global), além do BlueTooth, que é uma tecnologia de baixo custo para comunicação entre aparelhos eletrônicos.
Ouvir música em casa..  Antes
O velho e saudoso disco de vinil... quantas visitas ás lojas de disco até encontrar o disco tanto esperado.Esse disco criado na década de 40, ainda tem muitos admiradores. Seja pela qualidade do som, seja pelo saudosismo dos chiados enquanto gira o bolachão ou ainda pelas artes das capas, muita gente não se desfaz dos LP's (Long Plays). O disco de vinil possui micro sulcos que conduz a agulha da borda até o centro do disco, com esse atrito, a agulha vibra e transforma essa vibração em sinal elétrico que depois é amplificado e transformado em um sou audível. Só precisa ter cuidado para não arranhar, pois o disco é de plástico e qualquer descuido danifica as trilhas e pode dizer adeus ao disco.

Quem inventou essa fitinha que maravilhou o mundo em 1963 foi a Philips... Foi um espetáculo porque permitiu que pessoas comuns gravassem em casa suas próprias músicas e sons com um microfone, sem depender de um estúdio e seus equipamentos caríssimos. A fita permitia a gravação de 30 minutos por lado e com o tempo surgiu uma nova geração de fitas que gravavam com mais qualidade, como as fitas Low Noise, Ferro, Metal e a Cromo.  A novidade era que essa fita podia ser retirada da gravadora a qualquer momento, sem a necessidade de rebobinar como as gravadoras de rolo.


Ouvir música em casa..  Agora

Hoje os velhos decks de rolo e fita são meramente decorativos , (embora alguns fissurados em equipamentos vintage continuem admirando a qualidade o saudosismo que eles guardam). A tendência é equipamentos se comunicarem via Blue-Tooth ou Wi-fi e identificarem várias mídias, sintonizar TV Digital, acesso as redes sociais e internet como um todo.


Armazenamento Removível de Dados..  Antes
Os disquetes dominaram o mercado por muito tempo, foram criados em 1960 e se tornaram viaveis comercialmente em 1971.Esses maiores de 8", dual-sized armazenavam 1 mb,  os médios de 5,25" armazenavam incríveis 720 Kb e os menores de 3,5", armazenavam 1,44 Megabytes.



Armazenamento Removível de Dados..  Agora
Com a padronização e popularização dos pen-drives, os disquetes e os CD/DVD perderam espaço na preferência para guardar informações. Um pendrive pode armazenar de 2 a 128 Gb de informação. Só pra ter uma ideia, um pendrive de 4 Gb, armazena mais do que 2.500 disquetes de 3.5".

Na próxima postagem: O antes e agora da Medicina, os carros, a sala de aula, ouvir musica na rua e muito mais... continue acessando o blog Coizaradas.
Todos os dias, pessoas reclamam que um vírus apagou arquivos da câmera digital ou de pen drive e transformou tudo em atalhos. Na verdade, os arquivos não são apagados pelo vírus, mas transformados em arquivos ocultos, escondidos e continuam na câmera ou no pen drive. 

O que fazer então para recuperá-los e não contaminar outros dispositivos ou até o computador?

O vírus transforma tudo em atalho.... 


1. Primeira coisa a fazer: Atualize seu anti-vírus e faça uma verificação em mídias removíveis.  Eu usei aqui o Avast, mas pode ser o AVG, Avira ou qualquer outro de sua preferência....




Se encontrar alguma ameaça, pode excluir sem medo...




Depois de remover as ameaças ou vírus do seu pen drive ou da sua câmera,  abra o Prompt de Comando ..é esse mesmo.. que você pensou que nunca mais iria utilizar...o tal do DOS.

 e digite esses comandos aí...
 Primeira coisa: Mude para a unidade de disco do seu pen drive, identificado com uma letra, geralmente é a letra E: ou F:. para ter certeza, abra o Windows Explorer, clique em Computador e veja quais são os discos e as letras correspondentes. Aqui nesse caso, é o F:. Digite F: e pressione Enter. Assim a unidade F: vai se tornar ativa; Digite o comando Attrib e alguns parâmetros:
 " attrib -s -r -h /S /D F:\*.* " sem as aspas.

O que isso faz: o comando Attrib do MS DOS adiciona ou remove atributos ou propriedades de arquivos. No caso acima com o sinal de - (menos) remove os atributos de arquivos do sistema (-S) remove atributos Somente Leitura (-R) e também de arquivo oculto (-H), novamente indicamos a unidade F: com a barra e *.* diz que esse comando deve ser aplicado em todos os arquivos, não importa o radical (primeiro nome) e nem a extensão (segundo nome). Depois de digitar essa linha de comando pressione Enter. Em alguns casos, leva alguns segundos, mas  dependendo da quantidade de arquivos e pastas, pode demorar mais...

Depois de feito, ele exibe todos os arquivos... os que tem a flechinha no canto, são atalhos, pode apagar, não vão fazer falta. Aquela pasta SELOMOJE apague também, mesmo que não seja um atalho.



Agora seu pen drive está livre da praga, mas fique de olho aberto, não use seu pendrive em qualquer computador... senão..
Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!