quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Enquanto na Alemanha, o marido de Angela Merkel ( primeira-ministra) dispensa 'carona' em avião oficial e viaja separadamente. O marido teria que pagar o equivalente a R$ 3 mil para embarcar junto. Com fama de poupador compulsivo, ele achou uma passagem bem mais em conta em uma companhia de baixo custo

É assim que funciona nos chamados países nórdicos: Noruega, Finlândia, Suécia e Dinamarca. E também na Alemanha.

Não é só o primeiro-ministro que está sujeito a essas regras. Nos países nórdicos e na Alemanha, nenhum filho, marido ou mulher de parlamentar tem direito a passagem aérea ou de trem paga pelos cofres públicos. Pegar carona em avião de empresários, então, nem pensar. A pena pode chegar a uma suspensão ou até a perda do mandato.

E no Brasil? Mais e mais mordomias às custas do suor do povo que trabalha. Agora as esposas dos excelentíssimos deputados também viajam de graça! O que mais falta?

0 comentários:

Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!