sexta-feira, 6 de maio de 2016

Cada um tem sua visão de um local que chama de inferno, essa visão depende de vários fatores como a formação, crença, religião que segue, experiências passadas e outros fatores bastante subjetivos e pessoais.

O inferno já foi descrito em detalhes no poema "A Divina Comédia" de Dante Alighieri. A viagem de Dante é uma alegoria através do que é essencialmente o conceito medieval de Inferno, guiada pelo poeta romano Virgílio. No poema, o inferno é descrito com nove círculos de sofrimento localizados dentro da Terra. Foi escrito no início do século XIV. Os mais variados pintores de todos os tempos criaram ilustrações sobre esta obra, se destacando Botticelli,Gustave Doré e Dalí. Se você tiver um tempo, leia aqui no Wikipedia, É bem interessante mas um pouco assustador.

Alguns filmes já retrataram o inferno e um dos melhores no meu humilde entender foi em Constantine, um filme de 2005 dirigido por Francis Lawrence, uma adaptação para o cinema do personagem da DC Comics John Constantine, protagonista da revista Hellblazer. O filme é estrelado por Keanu Reeves e Rachel Weisz.

Abaixo cena do filme que retrata o inferno.

Eu já tive minha visão do inferno.... que foi assim.

Eu estava descendo uma escada escavada na pedra. Um túnel com uma escada e seus degraus com marcas de picareta da escavação. Lá de baixo, subia um clarão avermelhado e úmido. Quanto mais eu descia, mais úmido e mais quente. Nos últimos degraus descia um filete de água pela escada e o calor era intenso, ia apalpando a parede de pedra para não escorregar e descendo em direção a um clarão lá embaixo....

No final da escada eu já estava molhado de umidade e de vapor quando cheguei em frente a um corredor. Havia uma cúpula, uma grande catedral redonda de pedra e um corredor bem no meio. Parei e vi algumas pessoas, sujas, com roupas esfarrapadas. Elas eram presas á parede com grilhões em volta do pescoço e algumas choravam, outras pediam ajuda. Eu  fiquei sem reação, olhando aquela cena, quando um senhor idoso, muito magro e sujo chegou perto e estendeu as mãos pedindo minha ajuda. Eu não disse nada porque não consegui reagir, só arregalei os olhos e fiquei olhando...
"Me ajuda, me ajuda, por favor" disse ele...
Foi nessa hora quando alguém tocou o meu ombro e me disse:
" Segue teu caminho, você não pode fazer nada por eles...."
Não vi quem foi, não vi seu rosto, só sei que vestia uma roupa clara e falou com uma voz muito suave.

Acordei. Fiquei imóvel por algum tempo, sem me mexer, só pensando nisso. Minha mente estava a mil mas meu corpo parecia ainda dormir. Até hoje lembro dos detalhes com muita clareza e poderia desenhar o lugar. Depois de uma oração, dormi de novo e não sonhei mais com o inferno.
Categories:

0 comentários:

Subscribe to RSS Feed Follow me on Twitter!